Maloclusões na Primeira Infância

As maloclusões freqüentemente são originárias de hábitos musculares buco faciais nocivos, atribuídos a funções alteradas: sucção não nutritiva prolongada, hábito alimentar inadequado, dieta pastosa, enfermidade nasofaríngea, distúrbios na função respiratória, postura anormal da língua e a doença cárie, ou seja, fatores adquiridos após o nascimento, sobre os quais é possível aplicar muitos recursos preventivos. Costuma-se dizer que as anormalidades de ordem morfo-funcionais da face são, na verdade, uma espécie de atrogenia da vida moderna.

As funções realizadas corretamente envolvem atividades neuromusculares da face e estimulam o crescimento ósseo,  permitindo que a maxila e mandíbula conquistem tamanhos e relacionamentos adequados para receberem dentes saudáveis e íntegros, que vão se posicionar em harmonia e equilíbrio em suas bases ósseas.

A boa relação e forma das arcadas dependem da face e, numa relação interativa a face depende das arcadas.*

* Maria Cristina F. Camargo, in Corrêa, M.S.N, 2011