Gestação

A maneira de compreender, agir e  ser da criança esta intimamente ligada aos sentimentos recebidos intra-útero. Essa ciência vem ganhando dia a dia novos espaços e é conhecida como Psicologia Pré-Natal.

Em uma das fases mais importantes da vida de uma mulher, alguns cuidados são fundamentais para ficar ainda mais bonita, feliz, radiante e poderosa. É esperado que as mulheres se sintam dessa forma durante a gestação. Afinal, estão esperando um filho, uma experiência extraordinária.

Enquanto a mamãe é gestante os dentes de seu bebê começam a se desenvolver entre a 5ª e 6ª semana de vida intra-uterina. É importante:

  • Cuidar dos seus próprios dentes;
  • Uma dieta balanceada e rica em fósforo,cálcio e vitaminas:A,C e D;
  • Evitar beliscar doces e farináceos;
  • Procurar o profissional especializado em atendimento a Gestantes por volta do 6º mês de gestação, para receber orientações sobre como higienizar a boca do bebê, época de erupção dos dentinhos, seus sintomas, posição de amamentação, época do desmame, perigos da automedicação (flúor e antibiótico) e orientações sobre chupeta e bico de mamadeira a ser usado, para uma sucção ideal e quais as funções dos dentes.

Lembrando sempre que se todos estes fatores forem observados, maiores serão as chances desta criança desenvolver uma boca saudável  e dentes corretos para desenvolverem todas as funções apropriadas. A primeira consulta da criança ao odontopediatra deve acontecer por volta dos seis meses. Nesta consulta os pais irão receber orientações como: dieta, higiene bucal, hábitos, prevenção de trauma e a importância do acompanhamento periódico.*

As futuras mamães podem, e devem, cuidar dos seus dentes, independente do período de gestação. O dentista irá decidir quais procedimentos podem ser realizados e em qual período. É importante que a gestante com necessidade de tratamento procure o dentista logo no começo da gestação, para que o dentista decida o momento e o procedimento mais oportuno. Normalmente, esse momento é no segundo trimestre da gestação, período de maior estabilidade da mamãe e do bebê.

O nível de saúde bucal da mãe tem relação com a saúde bucal da criança. Portanto, hábitos saudáveis de higiene bucal e uma boa alimentação devem ser adotados desde a gravidez. Para ter uma alimentação equilibrada, a gestante deve evitar a adição de açúcar, já que o açúcar natural dos alimentos é suficiente para a saúde da gestante e o do bebê.

Aquela história que durante a gravidez os dentes da mãe ficam mais fracos e apresentam problemas não têm nenhum fundamento. O aparecimento de cárie nesse período está relacionado apenas à mudança da dieta da gestante, mas de nenhuma forma à gravidez em si. Com uma dieta balanceada e uma boa higiene bucal, os dentes da mãe e os do bebê não serão prejudicados.**

 * Verny  * Paula R. F. Dabus