Destaques — 18 outubro 2014
Alimentação Contemporânea

A última Pesquisa de Orçamentos Familiares brasileira, aponta que 90% da população brasileira não têm suas necessidades diárias de frutas, verduras e legumes supridas. A ingestão de alguns produtos básicos típicos da alimentação brasileira como arror, feijão, peixe fresco e farinhade mandioca está em queda, enquanto alimentos como biscoitos, linguiça, salsicha, mortadela, salgados, sanduíches, pizzas e bebidas açucaradas (sucos, refrescos e refrigerantes) vêm tendo seu consumo aumentado. O consumo excessivo de gorduras saturadas e açucar abrange 82 e 61% da população respectivamente, enquanto o consumo de fibras é escasso em 68% da mesma.

As refeições principais, almoço e jantar, não devem ser substituídas por refeições lácteas ou lanches, opções tentadoras sob o ponto de vista da praticidade e consistência. Alimentos industrializados, enlatados, embutidos e frituras, ricos em gordura, sal, açucar e aditivos e conservantes artificiais fazem parte da lista de compra das famílias em proporções maiores do que gêneros da cesta básica, e vê sendo associados ao desenvolvimento de anemias carenciais, excesso de peso, alergias alimentares e baixo estímulo mastigatório.

Texto alimentação

Considerando-se a forte influência exercida pelos pais na escolha alimentar das crianças e o ambiente obesogênico em que as estas crescem atualmente, é possível extrapolar o consumo alimentar dos adultos para a população infantil.

Dietas ricas em carboidratos simples e gorduras e pobres em fibras constituem o padrão alimentar familiar, ou seja, o ambiente doméstico e o estilo de vida dos pais exercem papel fundamental na definição das preferências alimentares da criança.

 

Texto alimentação 2

Os pais são os responsáveis pelo que é oferecido à criança, e a criança é responsável por quanto e quando comer. Essa posição é pertinente, desde que os alimentos adquiridos pela família sejam adequados ao preenchimento das necessidades nutricionais e não ofereçam riscos à saúde.

Fonte: Dishchekenian; V.R.M; Morais; R.D; Martinez; J.A - Nutrição sua importância no crescimento e desenvolvimento 
orofacial  pág.: 75- Livro: Odontopediatria para o Pediatra; Ed. Atheneu - 2013

“As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de Odontopediatria, Ortopedia Funcional dos Maxilares, Ortodontia, Fonoaudiologia, Nutrição, Psicologia, Pediatria e outros especialistas”

Artigos Relacionados

Share

About Author

Marta Meireles

Pequena descrição falando de cada membro (médico ou colaborador) do site.

(0) RComentários dos Leitores

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>