Destaques — 29 maio 2013
Ortopedia Funcional dos Maxilares

A Ortopedia Funcional dos maxilares é a especialidade que diagnostica, previne, controla e trata os problemas de crescimento e desenvolvimento que afetam as arcadas dentárias e suas bases. Tem por objetivo remover as interferências indesejáveis durante o crescimento e desenvolvimento, atuando diretamente no sistema neuromuscular.

A prevenção das oclusopatias é fundamental para o desenvolvimento harmonioso do sistema estomatognático, portanto, quanto mais cedo for o diagnóstico, melhor será o prognóstico. Dessa forma, é no período da dentição decídua (entre 3 e 6 anos) que maior importância e atenção devem ser dadas no que se refere a crescimento e desenvolvimento dos maxilares. Atuando em crianças de tenra idade, é possível evitar que alterações nas estruturas ósseas, musculares e nervosas se propaguem nas dentições mistas e permanentes.

O processo de modelagem dos ossos é responsável às estimulações funcionais que recebe, assim, o binômio Forma e Função, expressão que mais define essa inter-ralação.

Não existe forma adequada se não houver a estimulação funcional correta. Muitas são as funções que atuam diretamente no crescimento e desenvolvimento dos maxilares: mastigação, deglutição, respiração e fonação. Qualquer desequilíbrio em uma destas funções, ou em todas elas, desencadeará o surgimento de oclusopatias.

Portanto, na intervenção ortopédica, o profissional está, entre outros mecanismos, usando estimulação neural que levará a alterações no tônus muscular, que por sua vez vai gerar a estimulação mecânica funcional necessária para a indução de remodelação, crescimento e desenvolvimento ósseos desejados, mesmo que geneticamente esteja determinado um crescimento e desenvolvimento indesejáveis.

O Odontopediatra tem papel fundamental no diagnóstico precoce das oclusopatias e cabe a ele orientar pais e responsáveis no que tange ao momento apropriado de iniciar o tratamento ortopédico funcional, proporcionando ao seu pequeno paciente a nobre oportunidade não somente de prevenir intervenções mais invasivas futuras, como as cirurgias ortognáticas, mas também de garantir melhora na qualidade de vida desta criança que se perpetuará na vida adulta.

* Lúcia Coutinho

“As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de Odontopediatria, Ortopedia Funcional dos Maxilares, Ortodontia, Fonoaudiologia, Nutrição, Psicologia, Pediatria e outros especialistas”

Artigos Relacionados

Share

About Author

Marta Meireles

Pequena descrição falando de cada membro (médico ou colaborador) do site.

(0) RComentários dos Leitores

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>