Destaques — 13 dezembro 2012
Como proceder nas dificuldades de aprendizagem das crianças?

“Por que meu filho tem dificuldades de aprendizagem?” Esta é uma pergunta que muitos pais fazem.

A peregrinação destes por consultórios médicos à procura de ajuda profissional para responder esta pergunta é incansável.

A aprendizagem da criança constitui-se no cérebro utilizando-se do Sistema Nervoso Central (SNC) e das funções do Hemisfério Cerebral Direito e Hemisfério Cerebral Esquerdo.

Cada um dos hemisférios é responsável por uma função, mas os dois trabalham conjuntamente. O hemisfério cerebral direito responde pelas habilidades espaciais e mais globais, como por exemplo: imagens, intuição, emoção, sonho e criatividade e o hemisfério cerebral esquerdo está ligado à linguagem e raciocínio; palavras, nomes, lógica, ordenamento e análise.

Qualquer alteração tanto no SNC como em um dos hemisférios poderá comprometer a construção do processo de aprendizagem.

O processo de aprendizagem dá-se a partir de informações que o cérebro recebe do mundo exterior como, por exemplo: através da audição, visão, olfato, paladar, tato.

A partir desta troca com o ambiente exterior é que as informações são transformadas em aprendizagem. Desta forma deve-se investigar tanto fatores internos como externos desta criança para melhor compreender a dificuldade aprendizagem.

Na área educacional, a criança pode apresentar certa dificuldade no processo de aprendizagem durante a fase escolar tanto por motivos relacionados ao SNC, como por motivos emocionais ou apenas por não ter compreendido corretamente determinado conteúdo, ou seja, neste caso a dificuldade de aprendizagem pode estar relacionada a um problema de ordem e origem pedagógica.

Portanto antes de procurar um profissional para identificar o tipo de dificuldade de aprendizagem os pais devem refletir sobre possíveis causas apresentada pelos filhos, que podem ser desde um problema familiar, escolar, social, genético, orgânicos da própria criança ou também pela combinação destes fatores.

Caso a criança necessite realmente de uma opinião profissional sobre suas dificuldades no processo de ensino e aprendizagem, no primeiro momento os pais devem procurar uma equipe multidisciplinar para uma investigação ampla sobre o conhecimento da criança. Esta equipe multidisciplinar normalmente é composta por diferentes profissionais como psicólogo, neuropsicólogo, fonoaudiólogo, psicopedagogo, pediatra, neuropediatra, oftalmologista e se necessário ainda um neurologista.

 A visão destes profissionais com objetivos específicos envolvidos nesta investigação, colabora para além das trocas de informações sobre a criança também para um diagnóstico completo e diferenciado, tendo este a função de identificar as possíveis dificuldades de aprendizagem da criança em questão e propor determinados tipos de intervenções adequadas, independentemente de a criança apresentar ou não lesões no SNC.

Essa avaliação multidisciplinar consiste em investigar o desenvolvimento neural da criança desde visão, audição, sono, fala, respiração, postura, coordenação motora, emocional, ambiente familiar, o pedagógico e o neuropsicológico através de diferentes atividades que permitem a observação, as interpretações que se baseiam em percepções, experiências, informações adquiridas e formas de pensamento desta criança.

Quanto antes for obtido o diagnóstico de identificação da possível causa da dificuldade apresentada pela criança melhor, pois através de intervenções adequadas alcançam-se significativos avanços no processo cognitivo e conseqüentemente no processo aprendizagem.

 * Rita S. C. Picinini - Psicopedagoga

“As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de Odontopediatria, Ortopedia Funcional dos Maxilares, Ortodontia, Fonoaudiologia, Nutrição, Psicologia, Pediatria e outros especialistas”

Artigos Relacionados

Share

About Author

Marta Meireles

Pequena descrição falando de cada membro (médico ou colaborador) do site.

(0) RComentários dos Leitores

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>