Destaques — 05 novembro 2012
Mordida Cruzada

A mordida cruzada é uma maloclusão de alta ocorrência, qualquer que seja a maneira como se verifique da sua existência.

Normalmente entende-se que as mordidas cruzadas afetam a relação dos dentes superiores e inferiores; isto é, ao invés da relação normal, onde os dentes inferiores estão por ¨dentro¨ dos superiores, nas mordidas cruzadas, os dentes inferiores, ao se morder no modo habitual, ficam ¨por fora¨dos dentes superiores.

Elas podem acontecer em um lado, nos dois lados, e em outras vezes, na parte anterior (¨queixos grandes¨). Nestes casos, é muito importante saber-se da ocorrência em outras pessoas na família, pois a genética ( herança), tem papel muito importante.

Podem ser posturais ou estruturais, as duas são sérias em suas consequências a curto médio e longo prazo.

As estruturais são assim classificadas por já terem alterado as suas bases ósseas, pode-se tratá-las, mas em especial por conta do tempo que já interferiram no crescimento, os seus tratamentos são complexos, e os resultados mais difíceis de alcançar. As posturais são como se fossem, o princípio do processo pode-se tratá-las com muita eficiência.

O mais difícil como na maioria das vezes em que vamos estudar as maloclusões, não se limitam ao seu tratamento, o difícil mesmo é quando nos defrontamos com as suas consequências.

As mordidas cruzadas podem em sua evolução, levar a consequências complexas, que aumentam (pioram) com o passar do tempo, e mais, não melhoram sem algum tipo de tratamento.

Conseqüências: Talvez o que de mais complicado podemos nos defrontar, são os casos em que as alterações físicas são perceptíveis externamente às bocas de nossos pacientes alterando de modo visível, e por isso importante, as proporções dos rostos deles, tanto em altura como em largura, e muitas vezes fica parecendo que o rosto girou , afetando até a altura dos olhos.  

Tratamentos: Na maioria das vezes, é insuficiente somente descruzar os dentes. É fundamental analisar se houve comprometimento da parte óssea, muscular e articular, e nos casos positivos, que o tratamento envolva todas estas estruturas.

Os tratamentos podem ser realizados desde a mais tenra infância, através de procedimentos ortodônticos ou ortopédicos funcionais. Destes, as Pistas Diretas Planas, revelam-se muito eficazes, envolvendo dentes, músculos, ligamento, ossos, interferindo de modo positivo no crescimento de maxila e mandíbula, através de seu funcionamento, sendo fundamental o conhecimento da dinâmica mandibular e de Oclusão.

Como prevenir é parte importante de nossas atividades, uma ação que pode prevenir a ocorrência, ou mesmo, o agravamento do caso, sugeriu que seja evitado ao máximo o uso de chicletes, que afetam todo o sistema digestório. Da ¨porta de entrada¨- a boca-, até a ¨porta de saída¨, pois fica-se com evidente dificuldade de evacuar, uma vez que o bolo alimentar não é formado de modo adequado por conta da ineficiência do sistema de mastigação que seja portador de uma mordida cruzada .

Em outra ocasião, iremos abordar estes tópicos com um pouco mais de profundidade.

* Eduardo Sakai

“As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de Odontopediatria, Ortopedia Funcional dos Maxilares, Ortodontia, Fonoaudiologia, Nutrição, Psicologia, Pediatria e outros especialistas”

Artigos Relacionados

Share

About Author

Marta Meireles

Pequena descrição falando de cada membro (médico ou colaborador) do site.

(0) RComentários dos Leitores

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>