Sem categoria — 07 setembro 2012
O cuidado com os dentes de leite vem de berço

Considerada a doença crônica mais comum no mundo, a cárie atinge milhões de brasileiros. As medidas de prevenção são simples e estão ligadas na, maioria das vezes, à mudança comportamental, como escovar os dentes e usar fio dental com regularidade, hábitos que muitos conhecem, mas nem sempre fazem.

Além de manter a saúde bucal em dia, essas dicas podem prevenir até mesmo problemas mais graves.

O período gestacional é oportuno para o comprometimento da mãe para com sua saúde bucal. Durante a gravidez, muitos sinais e sintomas novos aparecem, como a intensa salivação devido a hiperatividade das glândulas salivares, de causa ainda desconhecida. Outros problemas estão relacionados à gengiva, como a gengivite e a doença periodontal que se agrava devido à presença de bactérias.

As alterações hormonais não levam à inflamação, mas agravam problemas pré-existentes.

Durante a gravidez, portanto, é muito importante que os hábitos saudáveis sejam desenvolvidos, para que estes sejam transmitidos à criança. A saúde bucal do bebê depende das condutas de higiene e dietas adotadas pela mãe.

Os cuidados gerais com a alimentação trarão benefícios sobre a sua saúde bucal. O controle na ingestão de carboidratos, refrigerantes e doces, além de minimizar a formação de placa bacteriana, ajuda na melhor qualidade da alimentação.

Para uma boa formação do bebê em desenvolvimento, a gestante deve suprir todas as exigências nutricionais solicitadas. Portanto, deve-se comer, mas sem ingerir grande quantidade de comida. Levar a dieta à sério não implica modificar radicalmente o cardápio.

Quando há falta de higiene adequada,ocorre a gengivite gravídica, que atinge 90% das gestantes e tem como sinal o sangramento espontâneo durante a mastigação e higiene oral.

Onde há sinais de sangramento na gengiva, há inflamação.

O biofilme sobre os DENTES e gengivas, mais conhecido como placa bacteriana,   pode levar à formação da doença cárie, doenças gengivais e periodontais. A higiene deve ser realizada com escova dental extra macia, dentifrício com flúor, fio dental, bochechos comanti-sépticos e visitas periódicas ao dentista.

Dicas para a futura mamãe.

A gestante deve se cuidar para que o bebê nasça e cresça forte e saudável. Dentre esses cuidados está a saúde bucal.

Cáries e doenças de gengiva podem ser evitadas reduzindo-se o consumo de açúcar.

Importante:

 – A gravidez não provoca doenças bucais. Escove sempre os dentes após as refeições se pelo menos uma vez por dia, use fio dental.

– Não é porque está grávida que você precisa comer por dois.

– Coma mais frutas, legumes, verduras, leite, queijos e não esqueça de escovar os dentes após as refeições.

– Na gravidez pode ocorrer sangramento da gengiva.

Nesta fase, a gengiva da mulher fica mais sujeita a infecções. Escove por mais tempo o local do sangramento e se persistir por mais de 3 dias, procure seu dentista.

A alimentação equilibrada é mais saudável e reduz cáries e doenças da gengiva.

Baixo risco à cárie: legumes,vegetais, frutas, ovos, leite, etc.

Alto risco à cárie: doces, balas, caramelos, bombons, biscoitos, etc.

Desde o início da gravidez, é necessário dar uma atenção especial aos dentes.

Você pode e deve consultar seu dentista. Além de ser importante para proteger o bebê, ter problemas com os dentes durante a gravidez e não tratá-los pode ser perigoso.

Não se exponha a uma radiografia, a menos que seja indispensável. Exija um avental de chumbo para proteger sua barriga.

As respostas para as dúvidas que surgem ao longo da gestação devem ser esclarecidas desde o período inicial.

* http://www.saude.es.gov.br
**Saúde Bucal do bebê ao adolescente; 3ª Edição- Corrêa,M.S.N

 

“As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de Odontopediatria, Ortopedia Funcional dos Maxilares, Ortodontia, Fonoaudiologia, Nutrição, Psicologia, Pediatria  e outros especialistas”

 

 

 

 

 

 

 

 

Dicas para a futura mamãe.

A gestante deve se cuidar para que o bebê nasça e cresça forte e saudável. Dentre esses cuidados está a saúde bucal.Cáries e doenças de gengiva podem ser evitadas reduzindo-se o consumo de açúcar.

Importante:

A gravidez não provoca doenças bucais. Escove sempre os dentes após as refeições se pelo menos uma vez por dia, use fio dental.

Não é porque está grávida que você precisa comer por dois.

Coma mais frutas, legumes, verduras, leite, queijos e não esqueça de escovar os dentes após as refeições.

Na gravidez pode ocorrer sangramento da gengiva.

Nesta fase, a gengiva da mulher fica mais sujeita a infecções. Escove por mais tempo o local do sangramento e se persistir por mais de 3 dias, procure seu dentista.

A alimentação equilibrada é mais saudável e reduz cáries e doenças da gengiva.

Baixo risco à cárie: legumes,vegetais, frutas, ovos, leite, etc.

Alto risco à cárie: doces, balas, caramelos, bombons, biscoitos, etc.

Desde o início da gravidez, é necessário dar uma atenção especial aos dentes.

Você pode e deve consultar seu dentista. Além de ser importante para proteger o bebê, ter problemas com os dentes durante a gravidez e não tratá-los pode ser perigoso.

Não se exponha a uma radiografia, a menos que seja indispensável. Exija um avental de chumbo para proteger sua barriga.

As respostas para as dúvidas que surgem ao longo da gestação devem ser esclarecidas desde o período inicial.

Artigos Relacionados

Share

About Author

Marta Meireles

Pequena descrição falando de cada membro (médico ou colaborador) do site.

(0) RComentários dos Leitores

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *