Destaques — 27 junho 2012
De peito aberto

Você acha que o bebê não engorda porque seu leite é “fraco”?

O peso do bebê é uma preocupação constante no dia a dia da mamãe. Algumas não sabem, no entanto, que o bebê pode perder até 10% do peso de nascimento na primeira semana de vida. Isso porque, dentro da barriga, ele não fazia esforço algum e, assim que nasce, precisa sugar, chorar, regular a temperatura do corpo e tudo mais que o bebê faz, aliado à descida do leite da mamãe, que pode demorar alguns dias.

Um mito que é muito conhecido é que o bebê não engorda porque o leite da mãe é fraco. Vale destacar que não existe leite materno fraco. Cada mãe produz o leite que seu bebê precisa e na quantidade certa. O organismo da mulher só precisa regular a quantidade de leite nos primeiros dias depois do parto.

O mito do leite fraco provavelmente apareceu quando algumas mães não posicionavam a pega do bebê ao bico adequadamente ou simplesmente ofereciam somente o primeiro leite que é mais aguado. Se o bebê abocanha somente o bico da mamãe não conseguirá retirar muito leite do seio materno, pois essa não é a forma adequada. Além disso, provavelmente o bebê causará ferimentos no bico e perda de peso. As bolsinhas que guardam o leite ficam posicionadas por baixo de toda a aréola do seio e, portanto, o bebê deve abocanhar toda a aréola da mamãe para que o leite saia de maneira adequada e sustente o bebê.

Além disso, o primeiro leite é mais aguado. Logo que o bebê começa a sugar, é retirado o leite materno, que é mais rico em água. Por isso se diz que o bebê, nos seis primeiros meses de vida, não precisa nem de água. Só de leite materno. Depois de um tempinho, o leite que é retirado (tão logo saiu o leite mais aguado) é um leite mais rico em gordura, que sustentará e dará peso ao bebê.

Neste caso, o ideal é que o bebê esvazie um peito, pois assim ele terá o leite aguado (normal ao sair logo de começo), além do mais rico um gordura, que vem depois. Se ele beber um pouquinho de um peito e um pouquinho de outro, a probabilidade é que ele beba basicamente o leite “aguado”.

Artigos Relacionados

Share

About Author

Marta Meireles

Pequena descrição falando de cada membro (médico ou colaborador) do site.

(0) RComentários dos Leitores

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *